top of page

MATERNIDADE NO CURRÍCULO


MATERNIDADE NO CURRÍCULO - GEOVANNA TOMINAGA - CONVERSAS MATERNAS

Eu sempre quis ser mãe. Desde pequena que me imaginava casando e formando uma família. Mas eu nunca quis ser apenas mãe. Também queria ser outras coisas, fazer outras coisas. Olhava para a minha versão adulta e imaginava uma mulher independente, com uma carreira incrível!


Por muito anos, a vida só me mostrou o caminho do trabalho. A #maternidade era algo distante da realidade. Afinal, ser artista é abraçar a instabilidade. Não dá pra planejar muita coisa. Você aceita o que a vida oferece e vai realizando…Fazia meus jobs, ganha um cachezinho como freela aqui, outro ali…


MINHA TRAJETÓRIA

Pra mim, aquela tão sonhada oportunidade de assinar um contrato chegou cedo. Aos 12 anos de idade eu já tinha carteira assinada e responsabilidades de gente grande. Os vinte anos que se seguiram foram de muito esforço, dedicação e ralação. Trabalha-se muito para chegar lá e mais ainda para manter as conquistas alcançadas. Sendo mulher então, nem se fala…Foi somente por volta dos trinta e poucos anos que percebi que a maternidade não estaria no meu CV se eu não tomasse alguma atitude. Um sonho tão difícil de realizar quanto o da #carreira de sucesso.

"Ainda sonho com o dia em que a maternidade vai ser muito bem vista na área de competências adquiridas do currículo."

As histórias que cruzavam comigo pelos corredores da empresa não era diferentes da minha. Mulheres de 20, 30, 40 anos batalhando pelo seu lugar ao sol e deixando suas vidas pessoais na gaveta do banheiro, das 6h às 20h. O corre é tão intenso e cansativo que, ou você conhece alguém interessante no trabalho, ou se joga nas furadas. E tem de tudo! De blind date organizado pelos amigos aos apps de relacionamento. Abro agora um parênteses: a minha experiência como celebrante de casamentos me permite dizer que relacionamento iniciado nos tinderes da vida, pode sim terminar no altar! E que a maioria dos casais realmente se conhecem no ambiente profissional. Ou são colegas na empresa, ou são amigos dos coworkers. Corre pra luz!


MATERNIDADE NO CURRÍCULO - GEOVANNA TOMINAGA - CONVERSAS MATERNAS

Voltando a maratona da maternidade… Porque aos 45 do segundo tempo vira uma maratona mesmo! Você precisa encontrar alguém, se apaixonar, engatar um relacionamento, descobrir se o cara é realmente “o cara”! Pedido de namoro, morar junto, noivar, casar… e só depois engravidar. Tudo isso antes do relógio biológico abrir a contagem regressiva.


Carreira ou família? A mulher que ainda não fez essa reflexão é porque está no sub30. E assim vamos levando… "Não encontrei ninguém mesmo, melhor focar no trabalho”… “Olha lá! Teve filho mas é a babá que cuida”… “A criança fica o dia inteiro na creche”… “É chefe, mas nem viu as filhas crescerem”… Entendedoras entenderão. Agora eu te pergunto, é justo? Não, não é. Mas há de se pensar numa estratégia para dar conta de tudo, se é que você realmente quer.



Nós mulheres lutamos e conquistamos o direito de sermos o que quisermos. Isso inclui estar no mercado de trabalho, nos cargos de liderança ou estar em casa. Cuidar de tudo ao mesmo tempo ou somente da cria. Mas como eu disse no inicio da nossa conversa, eu não queria ser apenas uma profissional de sucesso. Então, chegamos à questão: como fazer isso? Se você ainda está lendo esse texto é porque também busca uma resposta. Meu conselho? Comece a planejar a sua rota de fuga dessa lógica louca que nos impuseram. Nós podemos encontrar o caminho do equilíbrio para a realização pessoal, mas não sem antes descobrirmos o que realmente importa. Acolha o seu coração e a sua verdade.


Quando estamos alinhadas com o nosso #proposito , nada mais nos impede de sermos felizes. Meu GPS me trouxe até aqui. Depois de mais de 30 anos trabalhando como jornalista na televisão, reuni meu know how pra ajudar as famílias. Hoje sou Geovanna Tominaga, 42 anos, mãe do Gabriel, Celebrante de casamentos, founder do "Conversas Maternas" e CEO da "Get Conteúdos". Escrevo para a revista Pais&Filhos e falo sobre parentalidade na internet. Ainda sonho com o dia em que a maternidade vai ser muito bem vista na área de competências adquiridas do #curriculo.


*Geovanna Tominaga é jornalista, especialista em Comunicação e Mkt em Mídias Digitais. CEO na Get Conteúdos. Pós-graduada em Neurociência, Educação e Desenvolvimento Infantil. Educadora parental, Estudante de Psicologia e mãe de primeira viagem do Gabriel.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page